Protetor solar – você usa?

Essa semana eu fiz um post sobre o hidratante com protetor solar para as mãos e com isso lembrei que nunca falei aqui de um assunto tão importante: o protetor solar!

Gente, protetor solar é item de primeira necessidade!! Nãããão pode sair de casa sem passar, nem quando o dia tá nublado! Não adianta nada cuidar da pele todo dia e só usar protetor quando for à praia ou quando tiver uma grande exposição ao sol, tem que usar sempre. É ele que vai te proteger dos efeitos dos raios ultravioletas, que causam envelhecimento precoce, manchas e até câncer de pele.

Sobre qual marca usar, tem muitas marcas boas no mercado, com produtos específicos para a pele do rosto. Eu tenho uma super alergia de protetor solar, então infelizmente não posso usar qualquer um, ou senão fico parecendo uma adolescente de 15 anos, cheia de bolinhas no rosto (hahaha). Então depois de muito testar, meus preferidos são o Roc Minesol Antioxidant Serum (Acho ótimo na minha pele mista, para quem tem pele oleosa, o Oil Control deve ser melhor) e o Neutrogena Ultra Sheer Liquid Lotion, que ganhou meu coração nos últimos tempos. Já usei também o Anthelios, da La Roche Posay, mas gosto mais desses dois primeiros.

 

Vamos aos preços: o Minesol é um pouco mais caro, cerca de R$ 55,00 a embalagem com 50g. O da Neutrogena custa em média R$ 45,00, cerca de R$ 10,00 a menos que o da Roc. Para quem quer uma alternativa mais barata, minha mãe usa o Natura Fotoequilibrio (R$ 29,80) e adora, mas ela também tem a pele mista, então acho que para peles muito oleosas não é uma boa.

Pra finalizar, algumas dicas básicas sobre o uso do protetor:

  • Tem que passar todo dia, até quando está nublado/chuvoso
  • A não ser que você tenha a pele muito sensível, não precisa gastar muito mais com um FPS super alto. O fator 30 já garante uma ótima proteção
  • Não adianta nada passar um “pinguinho” de protetor. Tem que aplicar uma quantidade considerável, ou você não estará 100% protegida
  • Se molhar o rosto ou suar muito, tem que reaplicar


Epifanias culinárias: E, enquanto ela mexia o chocolate quente no fogão, as idéias borbulhavam!

Olá!

Sempre tive predileção por um clima abaixo dos vinte graus e, com ele, os meus prazeres à mesa são elevados à última potência! Esta semana, tivemos uma queda significativa de temperatura. O termômetro cai e a minha animação para cozinhar – que já é na casa dos 40 graus – aumenta calorosamente!

Por uma questão vital, nosso corpo nos pede alimentos que sejam mais substanciosos para que possamos aguentar as baixas temperaturas. Com a chegada do frio, começam os festivais de inverno e suas maravilhas: deliciosas sopas e cremes, fondues, chocolates quente, chás! Só de pensar dá água na boca!

A epifania culinária desta semana não poderia ser outra que não um belo de um chocolate quente cremoso.

Nada melhor do que fazer esta maravilha para uma amiga chocólatra! Estou falando da Marina, uma querida amiga que tem uma relação de amor com cacau. Estava a sua espera e, como de costume, meus amigos sempre ligam para saber se estou precisando de algum item de despensa para cozinhar antes de vir (uma das “leis” de casa, a outra: não coma antes de vir! rs). Um lance que recomendo à todos é combinar com os amigos os itens que possuímos em casa, vira e mexe nos ligamos para descrever o que temos a fim de chegar a uma receita sem ter que ir ao supermercado (assim: se gasta menos, come-se bem e consumimos sem desperdícios). Pois bem, tínhamos a faca, o queijo e a tábua na mão para fazer essa maravilha!
Resolvi dar uma incrementada na receita que estava acostumada a fazer: baunilha, canela e noz moscada! Além de cremoso, resultou em uma explosão de sabores!

Quer transcender também com esta Drilicious?  Então, tome nota:

     Você vai precisar de:

1 tocador de mp3– pode ser substituído por quaisquer dispositivos sonoros de sua preferência
1 caixinha de som – caso o ingrediente anterior não o tenha
1 L de leite
1 colher de sopa – rasa – de amido de milho
1 barra de chocolate de sua preferência (por volta de 200 gr)
Meia fava de baunilha ou uma colher de chá de essência
1 caixinha de creme de leite
½ lata de leite condensado
1 Canela – em pau
Canela em pó – quanto baste
Noz moscada – quanto baste
Obs: Como a noz moscada é bastante aromática não precisa de muita! Eu costumo dar umas quatro passadas de leve no ralador (quando inteira) que, em minha opinião, é o suficiente.

     Preparando o mise en place*

Primeiro, você deve escolher a música de sua preferência. Solte o som e deixe fluir as boas energias durante a execução da receita!

Separe os ingredientes supracitados sendo que o chocolate deve ser ralado para melhor incorporar aos outros ingredientes.

Para fazer, você precisará de uma panela de fundo largo (precisa mexer muito bem para não empelotar!).
Reserve um pouco do leite – que não deve estar gelado – e dissolva bem o amido de milho.

Modo de preparo

Coloque o leite (o que fora reservado com o amido dissolvido deve ser somado), a canela em pau, a baunilha e a noz moscada e mexa, a fogo médio – até que tome corpo ( lembre-se: é para ficar cremoso mas sem exageros, afinal é para beber e não comer!) .

Engrossou, incorpore o leite condensado e o chocolate previamente ralado, sem deixar de mexer.

Quando o chocolate estiver bem derretido, desligue o fogo aguarde 5 minutos e coloque a caixinha de creme de leite – este deverá sumir em meio ao creme.

È finito!

 

 

Dicas Drilicious:

     Antes de colocar o leite condensado e o chocolate eu tirei a canela em pau e bati no liquidificador – em velocidade média – por uns 2 minutos, isso aumenta a quantidade de ar – formando bolhinhas o que o torna mais cremoso ainda! Depois disso, o processo é o mesmo.

Cuidado para não se queimar!!!

     Para servir, finalize com espuma de leite e canela em pó e decore com canela em lascas.

     Espero que tenham gostado!
Até o próximo post!

* Mise en place (dito “miz õ plas”) é um termo francês que significa, literalmente, “posta no lugar”. Consiste em uma etapa inicial para o preparo de um prato, na qual você separa todos os utensílios e ingredientes necessários para executá-lo. Os ingredientes devem ser medidos, e, se necessário, descascados, cortados, etc. É fundamental fazer a mise en place para a boa execução de qualquer receita, assim você não sai correndo atrás dos ingredientes quando as coisas já estão na panela.
Fonte: Wikipedia

Lip Balm / Protetor Labial

O inverno chegou e mais uma coisa para tomarmos cuidado são: os nossos lábios.

Os lábios costumam ficar ressecados no inverno, com certeza todo mundo já passou pela situação de passar um batom (principalmente os matte) e a aparência do lábio ficar feia, parecendo rachado, ou soltando micro pelinhas. Isso acontece porque o seu lábio não está devidamente hidratado.

O ideal é usar os hidratantes labiais (ou lip balms) diariamente e nas quatro estações, mas agora no inverno é de suma importância o uso diário. É um passo vital para a conservação dos lábios.

Hoje no mercado temos diversos tipos de Lip Balms e ao contrário do que muitos pensam, é extremamente importante para a saúde dos lábios, pois ele hidrata a pele e ao mesmo tempo, protege-a do sol, pois possui FPS na sua composição. Também conhecido como Bálsamo, não é nem um batom, nem um gloss. A textura dele é mais consistente do que um gloss e geralmente ele não possui cor, como um batom.

Dica: Se você for usar um batom e passar um lip balm antes, ele costuma fixar pelo dobro do tempo o batom. É ótimo.

Outra dica legal para saúde dos lábios é não lamber quando os sentir secos, pois como nossa saliva é salgada eles secarão mais rapidamente. E sempre, sempre protegê-los do frio, seja com uma blusa, um lenço, um cachecol, sentiu um vento gelado batendo, cubra-os.

Carmex
Ótimo e muito conhecido, quando passamos ele tem uma sensação de menta nos lábios.. No Brasil custa em média R$ 17,00, você encontra em farmácias que vendem produtos importados. Nos EUA custa cerca de 2 dólares (acredite se quiser). Ele barra os efeitos do sol, do vento e do frio, além de hidratar.

Lip Balm Nívea
Para ser sincera, não gosto muito dele, quando usei achei que ele deixou um gosto meio azedinho na boca, com sensação de comer um protetor soltar. Ele é super fácil de encontrar, em qualquer farmácia, custa em média R$ 13,00.

Manteiga de Cacau
Quem nunca teve vontade de dar uma mordida numa dessas quando sentiu o cheirinho de cacau? Rsrsrs. Ela é ótima, porém acho que ela estraga muito fácil com o calor, fica melequenta. Porém é a opção mais barata que existe no mercado hoje, deve custar em torno de R$ 2,00. Você encontra até do lado do caixa da farmácia, nem precisa procurar muito, sempre tem uma caixinha com várias.

Chapstick
Este é o meu favorito. Desde pequena minha mãe usava nela, em mim e no meu irmão. Impressionante como nunca saiu do mercado a marca. Eles são ótimos, possuem vários sabores e cada um com uma proteção diferente. Nos EUA custam menos de 1 dólar. Aqui no Brasil só se encontra, infelizmente nas farmácias de produtos importados, deve custar em torno de R$ 9,00. É o que eu mais indico. Uso diariamente.

Outras marcas boas, mas que nunca testei são: Rosebud, L´Occitane, Bepantol (sim, essa pomada milagrosa serve para isso também), Blistex (famosa entre as celebridades) e Rosebud.

Cuidem dos seus lábios, vocês não irão se arrepender!