Precisa?

Comentário de tiazinha: precisa ir pra balada com a bunda de fora?

Sério, ando assustada com as roupas que a mulherada anda vestindo pra cair na balada. E, pelo visto, não sou só eu. Esses dias, almoçando com os meninos do trabalho, percebi que eles também acham exagerado esses vestidos/saias minúsculas que mostram a dobra da bunda que viraram clichê na night.

Acompanhei cinco homens criticarem as saias minúsculas, os decotes exagerados que só tampam o bico do peito. E, sinceramente, concordo com eles. Tem coisa que não precisa. E não porque eu seja uma puritana. Tenho saias curtas, blusas decotadas, etc, etc. E as uso. O problema não é por uma saia mais curta, ou uma blusa com decote mais ousado. A questão é que todas as mulheres vão para a balada praticamente com o mesmo padrão de roupa – vestido justíssimo, um dedo abaixo da bunda e decotão. Pra ficar menos vestida, só indo de calcinha e sutiã.

Não sei qual o objetivo dessa mulherada em sair seminua de casa. Sim e sei que toda mulher gosta de se sentir desejada, bonita. Mas existe uma grande diferença entre beleza e vulgaridade e o limitar entre as duas coisas parece cada vez mais imperceptível. Sim, a menina é bonita, tem um puta corpão. Precisa sair pelada? Será que ninguém vai reparar nela se ela estiver um pouco mais vestida? E será que ela só tem o corpo pra mostrar? Chamar atenção por outros atributos está fora de pauta?

Sim, eu sei que balada é lugar de pegação, mimimi, e não de conhecer pessoas. E daí, talvez, venha o meu não entendimento dessa tendência. Não consigo ver graça em pegação por pegação, sexo por sexo, quantidade. Qual o sentido de se atracar com um cara diferente em toda balada que só tá te pegando porque quer te comer? Que mal sabe seu nome? Até onde ser “a gostosa” da balada te acrescenta em alguma coisa? E, mais: até onde os homens realmente acham legal uma mulher que sai seminua de casa?

Pelo o que escutei dos meninos, eles reprovam tanto ou mais do que as mulheres. Podem até pegar a gostosa na hora, mas, depois, falam mal. E, daí, minha reflexão: será que alguém que sai de casa piriguete, todos os dias, pra pegar um cara diferente na balada a cada dia, é realmente uma piriguete? Será que a menina não tem nada mais interessante para demonstrar além de um peito duro e uma bunda grande? E, se tiver, será que algum dia ela conseguirá concorrer consigo mesma e mostrar que é mais do que uma gostosa na balada?

Acho que não, né?

Portanto, olhe a imagem abaixo. E evite ser uma.

 

Você mudou – e você esperava o que?

Sabe quando você começa a namorar e alguém vem e diz:

 “Nossa, como você mudou, está diferente, não faz mais isso (ou aquilo) por causa do (a) namorado (a), é?”

Nunca entendi esse tipo de pergunta. O que as pessoas esperam? Que a pessoa comece a namorar e continue se comportando como se estivesse solteira? Quando alguém está solteira, está sozinha. Logo, o nariz dela pertence somente a ela e mais ninguém. Pessoas solteiras fazem o que querem, na hora que desejam. Esse”fazer”, normalmente, inclui coisas como:

– Sair para beber;

– Encher a cara;

– Beijar pessoas aleatoriamente;

– Ir em festas onde não conhece ninguém, só porque um amigo descolou um convite;

– Topar convites para fazercoisas em horários fora do padrão;

– Ou não fazer nada disso por vontade própria.

Ai, você está lá, solteira, na sua rotina de sair, etc, sem hora para chegar em casa e sem dar satisfações a ninguém. Até que um dia, nas muitas saídas, você encontra sua alma gêmea. Começam a ficar, sair, namoram. E, obviamente, não estando mais solteira e sim namorando, sua rotina muda. E muda porque você não está mais sozinha. Tem companhia, alguém para dividir as dores e delícias da vida.

Mas, aparentemente, sempre tem aquele ser humano sem noção nenhuma que continua #foreveralone e vem com a fase que postei lá em cima. “Ah, você não é mais a mesma”, “ah, você não vai àquela super festa com tudo liberado porque não é mais minha amiga”, “ah, você prefere seu namorado a sair comigo”. Cazzo, será que isso não é exatamente o que se espera de alguém namorando? Vejamos bem. Do que reclamam os solteiros? De falta de companhia, de alguém que faça a gente feliz, da vida de baladas e porres e bocas estranhas. Por que cazzo então alguém iria continuar com um comportamento de solteiro após estar namorado?

Namoro pressupõe outra vida pelo caráter duplo da relação. É você e outra pessoa. É absolutamente normal que os programas mudem, que as preferências sejam outras. Aquela festa open bar fica menos interessante do que um jantarzinho naquele restaurante romântico, ou um cineminha. Tá frio? É mais gostoso ficar em casa do que ir à inauguração da balada do momento. Ou não, porque o casal é baladeiro. Mas é absolutamente normal e esperado que você passe mais tempo com seu namorado do que com seus amigos de balada, oras. Aliás, é anormal que você continue indo para a balada com sua turma e largue o namorado em casa. Ou melhor, não é só anormal: é falta de respeito com a pessoa que você está.

Então, por que tanta gente ainda acha isso anormal e fala em tom pejorativo? Meus palpites:

– Falta de noção;

– Inveja;

– Egoísmo (a pessoa está pensando só no nariz dela);

– Falsidade.

 

Explico porque aposto nesses itens ai. Se a pessoa é realmente sua amiga, ela vai entender o momento que você está vivendo e ficar feliz por você estar com alguém que te faz bem. Uma amiga pode sentir falta da sua companhia na balada. Mas ela sabe que pode pegar o telefone, o facebook, o msn, o whatsapp ou qualquer outro meio de comunicação e falar com você. Seja num momento de alegria, tristeza ou ócio.

Portanto, anote: uma pessoa que realmente gosta de você jamais falará uma merda dessas. O que me faz concluir: quem reclama que você “mudou” por estar namorando é gente que:

1) não tem noção: porque se a pessoa gosta de você e acha isso, precisa de um psicólogo para entender o que é amizade;

2) tem inveja. Ela não tem namorado e você tem. Logo, ela fala isso na esperança que você deixe de ter um e se iguale a ela;

3) Egoísmo: a pessoa fala isso porque está sentindo falta da amiga e foda-se a felicidade da outra pessoa, o que importa é o nariz dela que, no momento, quer a companheira de balada de volta;

4) falsidade: a pessoa nunca foi sua amiga e só saia com você porque você representava algo que interessava à ela. Grana, entrada vip, amigos interessantes. Como ela perdeu a boquinha, ser acha no direito de infernizar e fazer com que a outra pessoa volte a ser solteira para que ela retome o pote de ouro.

Ou, ainda, a pessoa pode ser tudo isso ou ter duas ou mais dessas características. Em qualquer caso, eu recomendo: CORRÃO. Esse tipo de pessoa não vale seu carinho, sua dedicação, sua amizade. Quem gosta de você de verdade, vai ficar feliz por você, mesmo que vocês fiquem seis meses sem se ver pessoalmente. Se a pessoa acha que a sua felicidade é um problema, elimine-a da sua vida e deixe que isso seja um problema dela.

 

UPDATE: Quero deixar claro que não endosso e não acho legal gente que começa a namorar e SOME. Não estamos falando, aqui, daquelas pessoas que só faltam virar a cara para você porque estão namorando e, quando tomam um pé, correm para perto da amiga. E sim, do comportamento normal de alguém que deixa de ser solteira e passa a namorar e, em consequência disso, vê os amigos com uma frequência diferente de anteriormente. 

Um dia Lindo!

Olá gente linda! Como estão as coisas?

Hoje por aqui o dia anda friozinho, estou de moletom e as mãos roxas de teclar, rsrsrs, mas nada impede de falarmos de coisas boas e gostosas!

Agora me diz? Tem coisa ou assunto melhor do que o amor? O famoso assunto que não tem dia e nem tem hora para acabar!

Hoje vi um vídeo de um clipe de casamento super original e criativo, prometo postar mais para frente. Esse vídeo me lembrou um outro que muito tempo atrás minha amiga Fernanda mandou para mim, eu salvei e nunca mais esqueci. Por isso resolvi postar aqui hoje! Tenho certeza de que ela vai lembrar quando assistir novamente também.

Como sei que vocês vão amar, já vou logo passando as informações, o nome da música é “Lovely Day” e quem canta é o Donavon Frankenreiter’s e o vídeo foi a loja Robbins Brothers (loja especializada em anéis de noivado) que montou várias gravações dos momentos de pedidos de casamento e juntou em um clipe só. Não tem como não amar, né?

Humm o meu preferido? Corre lá pro minuto 1:54 pra mim, é o mais fofo de todos, acho que minha reação seria exatamente essa.

Quem quiser conferir o canal da loja com todos os outros vídeos de propostas de casamento CLIQUE AQUI! Já adianto que não conheço a loja, apenas conheci através deste vídeo.

Espero ter enchido o coração de vocês de amor e sorriso no rosto nessa tarde fria.

Até mais!