Pode lavar Roupa de Bebê na máquina? Deve!

Enrolei, enrolei, enrolei mas finalmente consegui parar e começar a lavar as roupinhas e cobertas do Bruno. Porém, como tudo na “Vida de Mãe” você não consegue fazer sem ter pitacos, obviamente vieram todos os pitacos possíveis:

  • Mas você não vai lavar as roupas a mão?
  • Ahhh mas as roupas precisam ser lavadas no tanque
  • Mas você não vai usar amaciante?
  • Mas você não vai usar sabão de coco?
  • Mas você não vai passar para matar os micróbios?

E óbvio que tiveram mais, mas confesso que nem lembro de metade. Então, pensando nas minhas amigas gravidinhas e nas possíveis dúvidas que possam surgir resolvi escrever esse post. E começo com a seguinte frase:

VOCÊ SÓ NÃO PODE, COMO DEVE LAVAR AS ROUPINHAS NA MÁQUINA

E vou explicar por que…

Nunca entendi essa fissuração por querer lavar roupa com a barriga no tanque, gente a máquina é tão prática tem ciclo para praticamente tudo. Fora o trabalho, a canseira. Sai fora! Rsrs. Então, para não dar ponto sem nó e ter o que responder, fui atrás de textos, opiniões e dermatologistas e todos, leia TODOS asseguraram que a melhor opção é a lavagem na máquina.

Nossa!!! Mas minha vó, minha mãe, minha vizinha… bom, sua vó, sua mãe eu não sei o que pesquisaram, mas a questão é que, a máquina tem uma capacidade trilhões de vezes melhor do que nós de lavar as roupas e ainda por cima fazem enxágues completos durante as lavagens. Quando lavamos as roupinhas a mão, elas infelizmente não ficam livres de resíduos dos sabões e amaciantes que usamos. Então é muito mais propício um bebê ter alergia ou irritação à uma roupinha lavada à mão do que uma na máquina. Got it? Será que por essa lógica as pessoas vão parar de colocar certas coisas na cabeça e começar aproveitar das maravilhas da vida moderna?

Fui logo fazer o teste.

Importante lembrar, não é por que a roupa esta “cheirosa” cheia de cheiro de sabão que ela está limpa. Muitas vezes isso quer dizer que ainda tem muito resíduo e o sabão não foi devidamente retirado, bem como o amaciante. No caso dos bebês, o ideal é que a roupinha tenha um cheiro muito sutil ou nenhum cheiro, por isso é bom sempre checar o sabão ideal para esse tipo de lavagem.

Com quantas semanas você lavou as roupinhas?

O indicado é que se lave a partir da 30a semana, eu lavei com 32-33 semanas, mas confesso que foi por preguiça, perdi muitos finais de semana de Sol e ai tive que lavar no último final de semana que só choveu. Mas tá valendo. Eu acho que se eu tivesse lavado com 30 semanas teria até mais pique para tudo, a sorte é que meu marido participa de tudo e ai fazemos tudo junto aqui em casa.

Qual máquina e qual ciclo você usa?

Tenho uma Lava e Seca da Samsung, o que já é uma vantagem na hora de lavar, diferente das máquinas antigas, essas máquinas de abertura frontal não possuem os dentes o que faz com que as roupas não estraguem. Minha máquina tem um ciclo chamado “Roupas de Bebê”, mas já logo falo que não indico. A primeira leva de roupas coloquei nele, meu Deus, era um ciclo de 2 horas e 40 minutos, tudo isso por causa dos enxagues, temperatura das roupas e também a centrifugação. Então o que fiz foi o seguinte, criei um ciclo meu, para as roupas do meu bebê. Programei ele mais ou menos assim: temperatura 30 graus (ou menos, nas roupinhas vem dizendo a temperatura, mas mais do que 30 encolhe as roupas, fiquem atentos), 3 enxagues e 1 centrifugação na potência 400 (as máquinas costumam ter, 0, 400, 800 e 1200 de potência para escolher). Achei melhor a potência da centrífuga ser a mais leve para não danificar as roupinhas.

Caso a sua máquina não tenha esses ciclos, tenha os dentes o meu conselho é, basta colocar no ciclo de “Roupas Delicadas”, adicionar um enxague final e pronto! Ah! E se quiser, pode usar aqueles saquinhos para roupas delicadas que evita que as roupas prendam nos dentes.

O que você colocou para lavar?

Gente, TUDO, absolutamente tudo! Coloquei os forros do bebê conforto, todo o tecido do carrinho, toalhas, cueiros, mantas (sim, as de crochê também), bodys, macacões, calças, blusinhas. Tudo, sem dó! Fui que fui! E ficou tudo perfeito, maravilhoso e com o cheirinho suave. A única exclusiva peça que não coloquei foi um casaquinho de tricô feito pela minha cunhada, estes itens “handmade” não temos como garantir. Esse foi na mão, mas também uma lavagem muito sutil e sem frescurite, molhou, passou sabão e enxaguou e ta pronto!

Eu acredito no seguinte: se a roupa estragou na máquina é por que ela não presta e ia estragar a mão também. Aqui coloquei tudo, até os bodys mais delicados e saíram como se estivessem novos, até os mais fuleirinhos estão impecáveis.

Que sabão você usou?

DREFTAqui em casa usamos esse sabão “Dreft”, ele praticamente não tem cheiro nenhum, super suave, comprado em uma promoção no Sam´s Club. Pelo que procurei saber sobre ele, é um dos poucos que só de você jogar na máquina ele já tira manchas, não precisa ficar no esfrega esfrega. O que optei aqui em casa foi de não usar amaciante, esse sim é um risco imenso de dar alergia e também não quis usar sabão de coco. Eu particularmente acho o sabão de coco muito oleoso e faz com que as roupas durem menos, apesar de ser delicado, mas ele é um sabão que por si só é gorduroso. Então estamos nos adaptando ao Dreft que por sinal é feito para “Newborns” e também tem um especial a partir de alguns meses de idade. Eu imagino que esse segundo tenha mais cheirinho e etc. Ah! E a medida é UMA COLHER DE SOPA, isso já usamos aqui em casa no geral para todas as roupas, não tem necessidade de mais do que isso para lavar.

E depois?

Depois das roupinhas limpas, coloquei elas na gaveta, organizei de uma forma lógica para mim e também já separei dentro da malinha as roupinhas da maternidade. Optei por não por em saquinhos ou forrar por que a gaveta da cômoda fica fechada e livre de entrar poeira ou bichinhos. Ah! Importante, eu lavei as roupinhas RN e de 0 a 3 meses. Provavelmente antes do Bruno nascer devo lavar de 3-6 meses, passa tão rapidinho e não tem por que deixar tudo mais prático, não é?

Pode lavar as roupas do bebê junto com as da casa?

Não. Definitivamente não. O bebê tem uma pele muito sensível, nós usamos outro tipo de sabão fora os cremes, perfumes que deixam resíduos na nossa roupa, se batermos tudo junto vai se misturar a roupinha do bebê e pode dar algum tipo de alergia.

 

A lavagem de roupa do bebê e aqui em casa ainda por cima das fraldas ecológicas vão fazer parte do dia a dia da casa e de nós, mães por muito tempo. Por isso que, temos que fazer da forma mais prática possível. Eu optei pela praticidade, além das questões dermatológicas, pela funcionalidade e otimização do tempo, que ao invés de ficar com a barriga no tanque, a máquina faz o trabalho dela e ai terei mais tempo livre para o meu filho. 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Time limit is exhausted. Please reload the CAPTCHA.